Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Como fazer um Carnaval mais sustentável

Mäyjo, 27.02.17

carnaval

Todas as ocasiões são boas para reciclar, mas há alturas mais especiais do que outras: o Carnaval pode ser um bom exemplo disso. Conheça as dicas da Sociedade Ponto Verde para este Carnaval, e junte o útil ao agradável e aprenda a reciclar no Carnaval. 

 

1- Em altura de festas os mais pequenos acabam sempre por receber aquele presente que tanto desejam e o Carnaval não é excepção. Sempre que oferecer presentes aos mais novos ensine-os a colocar as embalagens no sítio certo. Se estas forem de cartão, utilizem o ecoponto azul.

2- Se precisa de uma ideia para compor o fato de carnaval, as embalagens de detergente da roupa podem dar excelentes chapéus. Por isso ponha a imaginação a funcionar e prime pela originalidade. Não se esqueça que depois deve colocar o plástico no ecoponto amarelo.

3- Fazer um fato de carnaval pode ser um desafio, mas com a ajuda de um bom tubo de cola tudo pode ser mais fácil. Depois de vazios, os tubos de cola devem ser colocados no ecoponto amarelo.

4- O fato de carnaval pode ser extraordinário, mas só fica completo com uma boa maquilhagem. Depois da festa tenha todos os cuidados necessários para que a sua pele se mantenha bonita. Coloque os boiões e bisnagas de limpeza da pele no ecoponto amarelo.

5- Festa que é festa acaba por ter champanhe. Quando abrir a garrafa de champanhe para festejar mais um carnaval animado, lembre-se que o brinde só acaba quando colocar a garrafa vazia no ecoponto verde.

6- Quando a festa acabar, não se esqueça de separar as decorações carnavalescas. Coloque as serpentinas e os confetes no ecoponto azul.

Foto: via Creative Commons

1 comentário

Comentar post